Paróquia São José / Arquidiocese de Palmas-TO - (63)-3217-1192
Festa da dedicação dos 20 anos da Igreja São José e dedicação do novo altar
29 de August de 2018

Nesta quinta-feira, 30 de agosto, às 19h30, o arcebispo de Palmas, Dom Pedro Brito Guimarães, presidiu a Santa Missa dos 20 anos de dedicação da Paróquia São José, quando na oportunidade também dedicou o novo altar da Igreja.

De acordo com o padre José Renilton, embora a São José já tenha passado pelo  rito da dedicação, o altar que foi todo reformado, foi consagrado neste dia, e em seu interior foram depositadas as relíquias de São Marcos, obedecendo ao Código de Direito Canônico, que diz, para que haja o rito da dedicação de um altar é necessária uma relíquia de um santo.  Além do altar, que foi todo reconstruído, o interior da São José também passou por uma ampla reforma. 

Relíquia

A palavra relíquia tem origem no latim reliquiae, resto. É uma memória física, o testemunho vivo de um Santo ou de um Beato. Na Igreja sempre teve um valor muito grande, porque nos transporta a um momento histórico concreto.

Existe duas classes de relíquias, a primeira classe (1º grau) é constituída pelo corpo; a segunda (2º grau) pelas roupas e objetos que estiveram em contato com o corpo do Santo, vivo ou morto.

A História de São Marcos

São Marcos nasceu em 10 a.C na Líbia, em família judia e uma das primeiras a adotar o cristianismo como religião. Foi batizado por São Pedro e presenciou as diversas reuniões dos cristãos que aconteciam em seu lar. Ele desde jovem acompanhou São Pedro em sua pregação, onde fazia o registro de seus passos, auxiliou também São Paulo no apostolado o ajudando nos momentos em que estivera preso devido a conversão a fé cristã.

A pedido dos fiéis de Roma, São Marcos decidiu juntar todas as informações que possuía sobre a vida dos apóstolos e o amor de Cristo e escreveu o seu Evangelho, o qual foi lido e aprovado por São Pedro, assim liberado para o uso nas igrejas. Devido a esta permissão, São Marcos saiu como missionário para o Chipre, e para diversas outras regiões, foi em Alexandria que ele formou uma das mais fortes igrejas católicas. 

Comentários

Seja o primeiro a comentar esse conteúdo! Comentários são submetidos a moderação.

Adicionar Comentário